Salte a conteúdo principal

Hitachi

Hitachi

Hitachi no Brasil

Levando água limpa à São Paulo.

Levando água limpa à São Paulo.

Levando água limpa à São Paulo.

Tratamento de água
  • Sistemas de Bombeamento
  • Brasil

Sistema de bombeamento de água da Hitachi ajuda SABESP a viabilizar a instalação do Sistema Cantareira.

Crescimento da capital exigiu a expansão do sistema de abastecimento da SABESP.

Na década de 1960, o rápido crescimento da capital e o alto influxo de imigrantes aumentou a demanda por água tratada para além do que a infraestrutura poderia acomodar. A SABESP inaugurou então o Sistema Cantareira, contando com a Hitachi para superar os desafios desse importante projeto.

Desafio: transpor grandes volumes de água até o reservatório de Águas Claras, a 120 metros de altura.

Desafio: transpor grandes volumes de água até o reservatório de Águas Claras, a 120 metros de altura.

SABESP contou com a expertise da Hitachi em complexos projetos de sistemas de bombeamento de água para superar os desafios de seu novo projeto.

Solução: um sistema de bombas poderoso e de alta capacidade.

Solução: um sistema de bombas poderoso e de alta capacidade

A Hitachi forneceu três equipamentos capazes de bombear 11m³ de água por segundo cada um, por uma distância de 120 metros, a uma velocidade de 720 rpm (rotações por minuto).

Resultado: mais de 8,8 milhões de pessoas beneficiadas com água tratada.

Resultado: mais de 8,8 milhões de pessoas beneficiadas com água tratada.

Até hoje, 33 mil litros de água por segundo passam pelas bombas da Hitachi, levando água limpa para os moradores de 39 cidades da região metropolitana de São Paulo.

Vinda de imigrantes para a capital saturou a capacidade de fornecimento de água da SABESP.

Hitachi foi selecionada para participar da modernização do sistema e ajudar a levar água tratada a mais de 8,8 milhões de pessoas.

A SABESP fornece serviços de água e esgoto para uso residencial, comercial e industrial à cidade de São Paulo e a mais da metade dos 645 municípios do Estado de São Paulo.

Na década de 1960, a capital do Estado de São Paulo vivia um verdadeiro boom demográfico, provocado principalmente pela vinda frenética de imigrantes. Isso aumentou a demanda por água tratada, o que saturou a capacidade da infraestrutura da SABESP na época e fez a cidade sofrer com a falta de água.

Para resolver esse problema e atender ao rápido crescimento populacional, a SABESP percebeu uma necessidade de investimento para a expansão do sistema de fornecimento de água da região.

Dada a expertise da Hitachi em complexos projetos de sistemas de bombeamento de água, a empresa foi selecionada para participar da modernização e reconfiguração do sistema, e ajudar a levar água tratada a mais de 8,8 milhões de pessoas.

Neste vídeo: Carlos Roberto Dardis, Gerente da Divisão de Recursos Hídricos Metropolitanos Norte fala sobre as dificuldades que a Sabesp sofria para captar, transportar e armazenar água de mananciais para o tratamento e abastecimento à população e como a Hitachi solucionou este problema (entrevistado em Setembro de 2010).

Início da Página