Hitachi

Compartilhe:

Tecnologia da Hitachi contribui para aperfeiçoamento do serviço de fornecimento de energia da CPFL e do atendimento de mais de 9 milhões de pessoas.

Clientes da distribuidora são beneficiados com mais rapidez na solução de atendimento e monitoramento eficaz da rede elétrica.

O crescimento constante do número de consumidores e a saturação da base de dados demandou uma solução tecnológica capaz de melhorar a agilidade e a precisão nas atualizações do mapa da rede elétrica da CPFL e, consequentemente, o atendimento de cerca de 9,1 milhões de clientes da companhia que fornece energia elétrica em quatro das cinco regiões do Brasil.


Desafio

Absorver a demanda de novos consumidores e garantir o desempenho dos sistemas de gestão de rede elétrica e de atendimento ao cliente.

resultado

Maior agilidade no processamento de dados resulta em melhor prestação de serviço para o consumidor final e segurança para os eletricistas da empresa.

Negócios de Inovação Social: aperfeiçoamento da gestão da rede elétrica acompanha o crescimento e norte de inovação da CPFL.

A CPFL, sigla para Companhia Paulista de Força e Luz, iniciou sua história em 1912, quando quatro pequenas empresas de energia uniram suas forças. Ao longo de sua trajetória centenária, esteve subordinada a diferentes instituições até que em 1997 chegou às mãos dos donos atuais, assim denominados como Grupo CPFL Energia, uma holding de fato, oficializada em 2002.

A companhia sempre norteou-se pela inovação e buscou incessantemente a atualização dos seus processos diários. Em 1986 assinou os primeiros contratos de uma empresa brasileira para compra de energia de biomassa proveniente da cana de açúcar. Para incentivar ainda mais a geração de energia limpa, em 2008, criou a CPFL Bioenergia, especializada em negócios a partir da biomassa. No ano seguinte, esteve entre os vencedores do leilão inaugural de energia eólica em solo nacional, ampliando seu portfólio de investimentos em energia renovável.

Com atuação nos segmentos de distribuição, geração e comercialização de energia elétrica e serviços de valor agregado, a CPFL tornou-se uma gigante com a virada do milênio. No ramo de distribuição, aparece na liderança, com suas nove empresas detendo cerca de 14,3 % do mercado brasileiro. Na geração de energia elétrica, é o terceiro maior agente privado do país, atendendo a 9,1 milhões de clientes, o equivalente a quase toda a população de Pernambuco.

Para continuar com essa excelência diante do aumento constante do número de consumidores e a necessidade de possuir uma rede inteligente de distribuição de energia, a CPFL precisava de uma nova solução tecnológica capaz de agilizar o acesso, a troca de informações entre toda a cadeia produtiva e o consumidor final. Em tempos em que a demanda por energia não para de crescer (a previsão é de aumento 2% por ano até 2020), a empresa brasileira procurou um parceiro com vocação para a Inovação Social. A Hitachi entende que é, sim, possível valer-se da tecnologia para ser bem-sucedido no seu modelo de negócio, e, com eficiência e economia de recursos, impactar na melhoria da sociedade sem causar danos ambientais.

Dê play no vídeo "Estudo de Caso: CPFL (5min. 15sec.)